HSDPA vs HSUPA

HSDPA (High Speed ​​Downlink Packet Access) e HSUPA (High Speed ​​Uplink Packet Access) são especificações 3GPP publicadas para fornecer recomendações para downlink e uplink dos serviços de banda larga móvel. As redes que suportam HSDPA e HSUPA são chamadas de redes HSPA ou HSPA +. Ambas as especificações introduziram aprimoramentos na UTRAN (Rede de Acesso via Rádio Terrestre UMTS), introduzindo novos canais e métodos de modulação, para que seja possível obter uma comunicação de dados mais eficiente e de alta velocidade na interface aérea.

HSDPA

O HSDPA foi introduzido no ano de 2002 no 3GPP versão 5. O principal recurso do HSDPA é o conceito de AM (Amplitude Modulation), onde o formato de modulação (QPSK ou 16-QAM) e a taxa efetiva de código são alterados pela rede de acordo com a carga do sistema. e condições do canal. O HSDPA foi desenvolvido para suportar até 14,4 Mbps em uma única célula por usuário. A introdução de um novo canal de transporte conhecido como HS-DSCH (canal compartilhado de alta velocidade com downlink), canal de controle de ligação ascendente e canal de controle de ligação descendente são as principais melhorias para a UTRAN conforme o padrão HSDPA. O HSDPA seleciona a taxa de codificação e o método de modulação com base nas condições do canal relatadas pelo equipamento do usuário e pelo Nó-B, também conhecido como esquema AMC (Modulação Adaptativa e Codificação). Além do QPSK (Quadrature Phase Shift Keying) usado pelas redes WCDMA, o HSDPA suporta 16QAM (Quadrature Amplitude Modulation) para transmissão de dados em boas condições de canal.

HSUPA

O HSUPA foi introduzido com o 3GPP release 6 no ano de 2004, onde o Canal Dedicado Aprimorado (E-DCH) é usado para melhorar o uplink da interface de rádio. A taxa máxima de dados teóricos de ligação ascendente que pode ser suportada por uma única célula conforme a especificação HSUPA é de 5,76 Mbps. O HSUPA depende do esquema de modulação QPSK, que já está especificado para o WCDMA. Ele também usa o HARQ com redundância incremental para tornar as retransmissões mais eficazes. O HSUPA usa o agendador de uplink para controlar a energia de transmissão para os usuários individuais do E-DCH para mitigar a sobrecarga de energia no Nó-B. O HSUPA também permite que o modo de transmissão auto-iniciado, chamado de transmissão não agendada do UE, suporte serviços como VoIP que precisam de Intervalo de Tempo de Transmissão (TTI) reduzido e largura de banda constante. O E-DCH suporta TTI de 2 ms e 10 ms. A introdução do E-DCH no padrão HSUPA introduziu novos cinco canais da camada física.

Qual é a diferença entre HSDPA e HSUPA?

Tanto o HSDPA quanto o HSUPA introduziram novas funções na rede de acesso por rádio 3G, também conhecida como UTRAN. Alguns fornecedores suportaram a atualização da rede WCDMA em uma rede HSDPA ou HSUPA através da atualização de software para o Nó-B e para o RNC, enquanto algumas implementações de fornecedores também exigiram alterações de hardware. Tanto o HSDPA quanto o HSUPA usam o protocolo HARQ (Hybrid Automatic Repeat Request) com redundância incremental para lidar com a retransmissão e com a transferência de dados sem erros pela interface aérea.

O HSDPA aprimora o Downlink do canal de rádio, enquanto o HSUPA aprimora o uplink do canal de rádio. O HSUPA não usa modulação 16QAM e protocolo ARQ para o uplink, usado pelo HSDPA para o downlink. O TTI para HSDPA é de 2ms, ou seja, as retransmissões, assim como as mudanças no método de modulação e a taxa de codificação, ocorrem a cada 2ms para o HSDPA, enquanto no HSUPA o TTI é de 10ms, também com a opção de defini-lo como 2ms. Ao contrário do HSDPA, o HSUPA não implementa o AMC. O objetivo do agendamento de pacotes é completamente diferente entre HSDPA e HSUPA. No HSDPA, o objetivo do planejador é alocar recursos HS-DSCH, como intervalos de tempo e códigos entre vários usuários, enquanto o HSUPA visa o planejador, é controlar a sobrecarga da energia de transmissão no Nó-B.

Tanto o HSDPA quanto o HSUPA são liberações 3GPP que visam aprimorar o downlink e o uplink da interface de rádio em redes móveis. Embora o HSDPA e o HSUPA visem aprimorar os lados opostos do link de rádio, a experiência do usuário na velocidade depende dos dois links devido ao comportamento de solicitação e resposta da comunicação de dados.